Livro O Clã dos Magos - Destaque

O Clã dos Magos – Trilogia do Mago Negro #1

O primeiro livro O Clã dos Magos, da Trilogia do Mago Negro, chama atenção por sua capa, e, sinceramente, foi por ela mesma que eu o comprei. Apesar de estar alguns meses já guardado na minha estante, eu não via a hora de começar mais uma leitura medieval.

O livro já é um pouco antigo: sua primeira publicação foi em 2001, na Austrália. No mesmo ano, ele alcançou a lista de bestsellers no país (assim como todos da trilogia) e depois de 3 a saga já havia sido lançada no mercado internacional. O sucesso foi tanto que a organização Nielsen Bookscan ranqueou o O Clã dos Magos como a estréia de livro de fantasia mais bem sucedida dos últimos 10 anos.

Apesar de todo esse reconhecimento internacional, o livro só veio para o Brasil em 2012, pela Editora Novo Conceito. Na época, rolou um baita burburinho sobre O Clã dos Magos – principalmente por causa da publicidade da editora – e é por isso que ele é um livro até bastante famoso aqui no país.

Como é de praxe de séries de fantasia, o livro é uma trilogia, chamada de A Trilogia do Mago Negro. Ela é separada nas publicações: O Clã dos Magos, que nos apresenta a pontinha da história e do mundo dos magos, A Aprendiz, que conta o crescimento da personagem principal, e O Lorde Supremo, com o desfecho do verdadeiro vilão.

Detalhes do livro

Capa do Livro O Clã dos Magos
Título: O Clã do Mago
Série: Trilogia do Mago Negro
Autor: Trudi Canavan
Páginas: 446
Editora: Novo Conceito
Lançamento: 2012

Sinopse: Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam.

Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente.

Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

A autora Trudi Canavan

Foto da autora Trudi Canavan

A escritora australiana, hoje com 48 anos, sempre foi muito ligada a arte e a escrita. Mas, não foi com a carreira de escritora que ela mais trabalhou na sua vida. Formada em artes, ela ganhava a vida como ilustradora e designer e, apenas nas horas livres, escrevia a história do Clã dos Magos.

Em 1999, ela ganhou o Aurealis Award por melhor conto de fantasia, com o título “Whispers of the Mist Children”. Logo depois, em 2001, ela publicou seu primeiro livro – O Clã dos Magos – e foi um grande sucesso de vendas.

Outros livros da autora

Além da Trilogia do Mago Negro, Trudi Canavan escreveu mais algumas séries, mas nenhuma publicada no Brasil até agora. São elas:

Livros que se passam no mundo de Kyralia:

  • Trilogia The Traitor Spy Trilogy: A história é de gerações após os eventos da Trilogia do Mago Negro. Os títulos são The Ambassador’s Mission, The Rogue e The Traitor Queen
  • Livro The Magician’s Apprentice: um pequeno prequel da história da Trilogia do Mago Negro, 600 anos antes da história principal. De acordo com a escritora, ele não precisa ser lido antes ou depois, pois conta uma história completamente diferente.

Livros que se passam em outros mundos:

  • Série The Millennium’s Rule Series: A série se passa em um universo de múltiplos mundos, e claro, com magia. São 4 livros já confirmados: Thief’s Magic, Angel of Storms, Successor’s Promise (lançamento para setembro de 2017) e Maker’s Curse (possivelmente publicado em 2019)
  • Trilogia The Age of the Five Trilogy: Os livros contam a histórias de Auraya, uma jovem sacerdotisa que chega ao cargo máximo da hierarquia religiosa do seu mundo. A trilogia é separada nos títulos Priestess of the White, Last of the Wilds e Voice of the Gods.

Devo dizer que é raro termos escritoras mulheres de livros de fantasia, ainda mais como esse grande sucesso.

O início da narrativa

Sonea achava-se uma garota comum. Naquele dia ela andava pela favela, seu antigo território, em busca de moradia para ela e seus tios. Era injusto – mesmo pagando suas contas, eles acabaram sendo expulsos do hotel onde ficavam dentro dos muros da cidade.

No meio do seu caminho, acabou escutando sobre uma armadilha armada para um bando de arruaceiros. Ela sabia que eram seus velhos amigos, e ela logo correu para avisá-los. Porém, ao tentar explicar a situação, acabou sendo levada para o meio dela. E apesar de eles saberem da armadilha, eles não esperavam que os magos fossem aparecer também…

Todos naquela região odiavam o Clã dos Magos. Odiavam a própria favela e o menosprezo do rei por eles. Odiavam sua situação, e deixaram todas as suas esperanças e revoltas nas mãos de uma gangue de meninos – os amigos de infância de Sonia. E, enquanto eles demonstravam sua desaprovação com pedras, ela se juntou a eles.

Ao contrário das outras pedras que eram automaticamente repelidas, apenas a dela, lançada em ódio, passou o escudo protetor dos magos. E ela sabia que era magia.

“Ela agora admirava os magos pelo controle que tinham, mas saber que eram seres sem sentimentos não lhe dava qualquer motivo a mais para gostar deles”

Resenha de O Clã dos Magos

A verdade é que o livro nem me encantou, nem desencantou. Existem muitos pontos negativos e positivos durante a narrativa, e eu preferi separá-los:

Pontos positivos

  • A magia no mundo do livro é muito bacana e bem montada. Ela possui uma história e mistérios não resolvidos, como o que aconteceu antes de a cidade de Imardin ser reconstruída. São pontos que a autora com certeza irá abordar em livros futuros.
  • Sonia, a personagem principal, tem uma personalidade bastante orgulhosa e determinada, assim como seu amigo. Ela não é derrotada facilmente, e apesar de só querer uma vida normal, luta com todas as forças para alcançar seus objetivos. Ela prova que, apesar de ser uma favelada e ser discriminada por isso, ela é totalmente capaz de chegar onde quiser.
  • A questão social é muito abordada durante toda a narrativa. As hierarquias são bem explicadas e existe uma razão para funcionarem do jeito que funcionam. O Clã, por exemplo, é o exército do rei, e todos os magos juram sempre servi-lo. Ter um filho entre eles significa grande orgulho, e apenas crianças de famílias ricas passam por um teste de detectação de magia. Mesmo que as crianças não queiram ser magos, algumas famílias as obrigam apenas pelo status que recebem.

“Por que o braço quebrado do filho de uma Casa é mais importante que o braço quebrado de um morador da favela?”

Pontos negativos

  • Tive a sensação, durante toda a leitura, que a história foi prolongada para que coubessem em 3 livros ao invés de 2. A fuga de Sonia (que dura quase tooodo o livro) é demorada e basicamente sem sentido na maior parte do tempo. Não agrega em nada à história.
  • O vilão é muito clichê. Temos um mago mesquinho, sem interesse em nada, que apenas tem seu orgulho como meta. Seus atos também parecem não ter muito sentido, mas posso mudar de ideia até o final da trilogia.
  • O fato de a menina ser ‘favelada’, como descreve no livro, é repetida inúmeras vezes. O fator social é importante, mas chega a ser cansativo.
  • Os animais são diferentes e possuem outro nome, o que não é explicado quando ‘aparecem’ aleatoriamente na narrativa. Como nada mais é diferente se comparado ao nosso mundo, os nomes soltos te deixam um pouco confuso sobre seu significado. A explicação fica apenas no glossário, e eu não costumo ficar parando a leitura para olhar.

Com certeza poderia dar meu veredito final a partir do segundo livro. Espero que mais coisas aconteçam e deem mais significado para esse mundo. Deixo em aberto para você também poder tirar a sua própria conclusão 😉

Preço e edição do livro

Foto O Clã dos Magos - Instagram Blog Amor por Livros

A edição tem aplicação em verniz na capa, mas esse é o único esmero que ela possui. Também tive um problema com a minha edição 🙁 O livro amarelou mesmo dentro da embalagem original, e eu fiquei bastante chateada…

O preço fica em torno de R$34 reais, o que eu acho aceitável. Lembro de ter comprado toda a coleção por esse preço em uma promoção da Submarino. Assim que tiver novidades, publico aqui!

Avaliações no Skoob

Na rede social Skoob, o livro O Clã dos Magos possui uma avaliação geral de 4.0 de 5. Considero uma avaliação bastante alta, apesar de ser a menor avaliação que eu já registrei aqui no blog.

Fatos interessantes:

  • 11% dos que leram marcaram o livro como favorito. 4% acabou abandonando a leitura.
  • 63% dos leitores são mulheres!

Livros do mesmo gênero

Se você, como eu, gosta de ler um bom livro de fantasia medieval, confira essas indicações:

Capa do livro O Nome do Vento A Canção do Sangue - Capa do Livro de Anthony Ryan Capa do Livro A Guerra dos Tronos
O Nome do Vento
Saiba Mais
A Canção do Sangue
Saiba Mais
A Guerra dos Tronos
Veja no Skoob

Deixe sua opinião nos comentários e até a próxima!