Conheça todas as 45 obras de Neil Gaiman lançadas até 2017

Neil Gaiman, escritor das famosas obras Deuses Americanos e Sandman, foi um dos grandes sucessos de 2017. Ele nos encantou com seu modo de escrever, criar enredos e nos envolver com suas histórias tão reais quanto fantasiosas.

O escritor é tão incrível que deixa um gostinho de quero mais, mas com tantas opções para se aproximar de Gaiman, acabamos com muitas dúvidas de por onde começar. Para te ajudar a encontrar a sua próxima aventura, fiz um levantamento de toda a biografia dele em uma lista com todas as 45 obras de Neil Gaiman lançadas em português até 2017. Venha conferir tudo em um só lugar!

Os livros de Neil Gaiman

Os livros desse autor são todos muito peculiares. Eles abordam as mais diversas temáticas, e tem sinopses tão malucas que te fazem pensar da onde veio tanta coisa estranha.

Conheça todos os mundos particulares de Neil Gaiman:

Capa do livro Belas Maldições, de Neil Gaiman

Belas Maldições

Ano: 1990
Nota: 4.3
Sinopse: “Segundo as Belas e Precisas Profecias de Agnes Nutter, o mundo vai acabar num sábado. No próximo sábado, e ainda por cima antes do jantar. O que é um grande problema para Crowley, o demônio mais acessível do Inferno, e Aziraphale, anjo e dono de livraria em Londres.

Eles gostam daqui e, portanto, não têm outra alternativa senão encontrar e matar o Anticristo, a mais poderosa criatura do planeta. O problema é que o Anticristo é um garoto de 11 anos e, ao contrário de tudo o que você já possa ter visto em algum filme, é o filho que qualquer pai gostaria de ter. E, como se ainda não fosse o bastante, eles ainda têm de lidar com o domingo…”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Lugar Nenhum, de Neil Gaiman

Lugar Nenhum

Ano: 1996
Nota: 4.2
Sinopse: “Em Lugar Nenhum Neil Gaiman conta a história de Richard Mayhew, um jovem escocês que vive uma vida normal em Londres. Uma noite, porém, ele encontra na rua uma misteriosa garota ferida e decide socorrê-la.

Depois disso, parecer ter se tornado invisível para todas as outras pessoas. As poucas que notam sua presença não conseguem lembrar exatamente quem ele é. Sem emprego, noiva ou apartamento, é como se Richard não existisse mais. Pelo menos não nessa Londres. Sim, porque existe uma outra – a Londres-de-Baixo.”

+ Adicione no Skoob

A história desse livro foi originalmente criada para uma série de TV com apenas 6 capítulos, transmitida pela BBC, em 1996. Você pode dar uma olhadinha no trailer da época no Youtube.

A série também virou quadrinhos, sendo publicada pela Panini Comics aqui no Brasil.

Capa do livro O Mistério da Estrela: Stardust

O Mistério da Estrela: Stardust

Ano: 1999
Nota: 4.2
Sinopse: “O mistério da estrela – Stardust’, conta a história do jovem Tristran Thorn, que promete capturar uma estrela cadente para conquistar o coração de sua amada. Para levar a cabo a missão, Tristran tem que atravessar o portal que separa o vilarejo de Muralha da Terra Encantada.

Poucos ousam cruzar o portal, exceto durante a Festa da Primavera, que acontece de nove em nove anos. Nessa época, uma grande feira se instala no local e os moradores de Muralha, bem como visitantes de todas as partes do mundo, entram em contato com os seres que habitam o outro lado.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Deuses Americanos

Deuses Americanos

Ano: 2001
Nota: 4.2
Sinopse: “A saga de Deuses americanos é contada ao longo da jornada de Shadow Moon, um ex-presidiário de trinta e poucos anos que acabou de ser libertado. Sem lar, sem emprego e sem rumo, ele aceita trabalhar para Wednesday, e embarca em uma viagem tumultuada e reveladora.

É nesses encontros e desencontros que o protagonista se depara com os deuses — os antigos (que chegaram ao Novo Mundo junto dos imigrantes) e os modernos (o dinheiro, a televisão, a tecnologia, as drogas) —, que estão se preparando para uma guerra que ninguém viu, mas que já começou. O motivo? O poder de não ser esquecido.”

Aqui no blog Amor por Livros, nós fizemos uma leitura sobre a moral da história, sem spoiler. Além disso, também falamos um pouco mais sobre a adaptação da série televisa, lançada recentemente pela Amazon Prime. Confira mais sobre esse maravilho livro 🙂

Capa do livro Coraline, de Neil Gaiman

Coraline

Ano: 2002
Nota: 4.2
Sinopse: “No livro, a jovem Coraline acaba de se mudar. Em uma tarde chuvosa, a menina descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Na verdade, aquele parece ser um “outro” mundo mágico atrás da porta. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.

Coraline é um conto de fadas às avessas que reconhece a subestimada maturidade da maioria dos jovens leitores. A narrativa dá muitas voltas e percorre longas distâncias, criando um “outro” mundo onde todos os aspectos de vida são pervertidos e desvirtuados para o macabro.”

+ Adicione no Skoob

A série Os Simpsons homenageou o autor e o livro em seu especial de Halloween. As meninas do Garotas Geeks contaram um pouquinho mais aqui.

Capa do livro Os Filhos de Anansi, de Neil Gaiman

Os Filhos de Anansi

Ano: 2005
Nota: 4.2
Sinopse: “O livro conta a história de Fat Charlie, um tímido americano que escolheu ter uma vida pacata como contador. Ao ir ao funeral de seu pai, Fat Charlie ouve uma velhinha, amiga do pai há anos, dizer que ele na verdade era o deus Anansi, uma divindade trapaceira e brincalhona da mitologia africana.

Os Filhos de Anansi mistura mitologia com toques xamanistas, elementos do folclore afro-americano e uma deliciosa descrição do mundo interior de um homem muito tímido mas, acima de tudo é uma história sobre algo bastante comum: as conturbadas relações entre pais e filhos.Tudo isso envolto num humor discreto capaz de fazer o leitor rir com uma única linha.

A obra é a continuação do consagrado escritor Neil Gaiman para sua saga a respeito de deuses modernos.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Entremundos, de Neil Gaiman e Michael Reaves

Entremundos

Ano: 2007
Nota: 3.8
Série: Entremundos #1
Sinopse: “EntreMundos leva o leitor a viajar por várias dimensões na companhia de Joey Harker, um garoto comum que durante um inusitado teste de localização, descobre ser um Andador, alguém capaz de deslocar-se de uma dimensão para outra.

Enquanto tenta entender onde está e o que significa sua nova condição, Joey percebe que aquele é o começo de uma nova vida e de uma grande aventura em que magia e ciência se unem para garantir a paz em vários mundos.”

+ Adicione no Skoob

Capa de O Livro do Cemitério, de Neil Gaiman

O Livro do Cemitério

Ano: 2008
Nota: 4.3
Sinopse: “Enquanto seus pais e irmã são impiedosamente assassinados por um misterioso homem chamado Jack, um bebê consegue escapar de seu berço e se aventurar pelo mundo. Uma série de coincidências, aliada a uma grande dose de sorte, salva o pequeno de ter um destino tão trágico quanto o de sua família.

A história do bebê sortudo e fujão começa quando ele chega à rua e sobe a colina em direção ao velho cemitério. Lá o neném conhece os habitantes do local. Fantasmas de outras épocas que vivem em suas covas e mausoléus e que por circunstâncias do destino são forçados a adotar e batizar o bebê, agora chamado de Ninguém Owens, o Nin, para salvá-lo do seu perseguidor.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman

O Oceano no Fim do Caminho

Ano: 2013
Nota: 4.2
Sinopse: “Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos.

Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Sonho de Prata

Sonho de Prata

Ano: 2013
Nota: 3.9
Série: Entremundos #2
Sinopse: “Na esperada continuação de EntreMundos, Neil Gaiman, Michael Reaves e Mallory Reaves retomam a fantástica história de Joey Harker, um garoto comum que até pouco tempo se perdia no simples percurso de seu quarto a cozinha, mas que finalmente conseguiu dominar sua habilidade de “andar” entre as dimensões e encontrou seu lugar como um Andarilho, um agente do Entremundos, organização responsável por manter a paz nos vários universos e dimensões.

Em sua nova aventura, Joey tem que enfrentar a desconfiança dos demais membros da organização, enquanto luta contra o tempo para impedir que os Binários dominem todas as terras conhecidas do Altiverso. Escrito a seis mãos, Sonho de prata é uma aventura fantástica com o carimbo de qualidade e imaginação de Neil Gaiman.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Mitologia Nórdica, de Neil Gaiman

Mitologia Nórdica

Ano: 2017
Nota: 4.4
Sinopse: “Na mitologia nórdica, Gaiman permanece fiel aos mitos ao prever o maior panteão dos deuses nórdicos: Odin, o mais alto dos altos, sábios, ousados ​​e astutos; Thor, filho de Odin, incrivelmente forte, mas não o mais sábio dos deuses; E Loki-filho de um irmão de sangue gigante para Odin e um malandro e insuperável manipulador.

Gaiman modela essas histórias primitivas em um arco que começa com a gênese dos nove mundos lendários e mergulha nas façanhas de deidades, anões e gigantes. Uma vez, quando o martelo de Thor é roubado, Thor deve disfarçar-se como uma mulher – difícil com sua barba e enorme apetite – para roubá-lo de volta. Mais pungente é o conto em que o sangue de Kvasir – o mais sagaz dos deuses – se transforma em um hidromel que infunde bebedores com poesia. O trabalho culmina em Ragnarok, o crepúsculo dos deuses e o renascimento de um novo tempo e de pessoas.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro A Roda da Eternidade

A Roda da Eternidade

Ano: 2017
Nota: 4.1
Série: Entremundos #3
Sinopse: “Joey Harker nunca quis ser um líder, mas o destino o levou a se tornar um. E agora é sua responsabilidade evitar o fim do Entremundos, do Multiverso e tudo mais que existe em A roda da eternidade, a eletrizante conclusão da série Entremundos.

Desde que descobriu ser um Andarilho, capaz de se deslocar entre as dimensões, Joey acreditava ter encontrado seu lugar como um agente do Entremundos. Mas sua última missão foi um desastre e colocou todo o universo em risco… Agora, machucado e solitário, ele acorda em um futuro devastado e precisará assumir um papel para o qual não sabe se está preparado.”

+ Adicione no Skoob

Livros Infantis

É incontestável que Neil Gaiman possui um talento multifacetado! Ele se expressa de maneira inconfundível também em suas obras infantis e nos traz incríveis histórias repletas de mistério, fantasia e humor. Os livros de Gaiman são conhecidos por tratarem de temas pouco convencionais, como a morte ou questões psicológicas, sem subestimar a inteligência dos pequenos leitores.

A editora Rocco detém os direitos de publicação dos livros infantis de Neil Gaiman no Brasil. Vem conferir a lista:

Capa do livro O dia em que eu troquei meu pai por dois peixinhos dourados

O Dia Em Que Troquei Meu Pai Por Dois Peixinhos Dourados

Ano: 1997
Nota: 4.3
Sinopse: “Seu melhor amigo tem dois peixinhos dourados que você deseja muito! Mas ele não quer seu bonequinho, suas figurinhas ou sua velha marionete. Que tal então o seu pai? Depois de uma longa e tensa negociação, Nathan sai feliz da vida com o pai do amigo. Mas a mãe do garoto não se mostra satisfeita com o trato, e pede para o jovem desfazer o negócio. Começam aí os problemas. A inusitada permuta que dá título ao livro é apenas o começo de uma incrível série de troca-troca que leva a um desfecho surpreendente.

Escrito a partir de uma proposta feita pelo filho de Gaiman que, revoltado ao receber uma ordem do pai, sugeriu trocá-lo por um peixinho.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Os Lobos Dentro das Paredes, de Neil Gaiman

Os Lobos Dentro das Paredes

Ano: 2003
Nota: 4.1
Sinopse: “Lucy escuta ruídos vindo de dentro das paredes de sua casa. Ela tem certeza de que existem lobos vivendo ali, mas a família não acredita nela. Pobre Lucy. Os ruídos continuam, cada vez mais apressados e alvoroçados. E, numa noite, as tais criaturas realmente aparecem. Exilada no quintal, a família tenta encontrar uma solução, enquanto os lobos assistem à sua televisão, comem a sua comida e dançam “danças lupinas” pela casa, até que a menina tem uma idéia: irem para os buracos nas paredes. E a partir daí a família de Lucy, que rastejou pelas paredes, chegam a um final surpreendente.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Odd e os Gigantes de Gelo, de Neil Gaiman

Odd e os Gigantes de Gelo

Ano: 2008
Nota: 4.2
Sinopse: “Tudo se passa em um vilarejo da antiga Noruega. Com um nome nada comum – ao menos nos dias de hoje – o menino Odd carregava “uma perna boa, uma perna bem ruim e uma bengala de madeira”. Naquela época, a palavra Odd significava a ponta de uma lâmina e era um nome que trazia sorte. O significado que recebe atualmente – uma palavra inglesa que define “esquisito” – se encaixa melhor à visão que as pessoas tinham do menino: estranho, e de má sorte.

Para fugir do clima hostil que o rodeava, Odd decidiu se embrenhar na floresta, chegando à cabana de lenhador construída por seu pai. Enquanto se refugiava, o menino se deparou com uma raposa, que parecia ter um plano e dava sinais de que queria que Odd a acompanhasse. Para sua surpresa, no meio do caminho, encontraria ainda uma águia e um urso. Eram três criaturas com a mais curiosa das histórias para contar, e uma missão muito perigosa para um menino com o estado limitado em que ele se encontrava.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro O Alfabeto Perigoso

O Alfabeto Perigoso

Ano: 2008
Nota: 4.2
Sinopse: “Duas crianças corajosas e uma pequena gazela de estimação – carregando um mapa do tesouro – embarcam em uma viagem arriscada e assustadora por 26 versos alfabéticos. Com um cenário repleto de monstros, trolls, bruxas, fantasmas, criaturas com hábitos alimentares duvidosos e outros seres extremamente perigosos.

Como o título sugere, o alfabeto em questão é extremamente perigoso e pode conduzir a uma grande aventura ou a um terrível pesadelo, sendo recomendado para aqueles que já conhecem o alfabeto de cor.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Menina Iluminada

Menina Iluminada

Ano: 2009
Nota: 4.4
Sinopse: “Escrito em homenagem a uma amiga prestes a dar à luz uma menina, a obra faz sucesso entre mães, filhas e casais “grávidos”– é uma verdadeira jornada poética sobre o nascimento e o amadurecimento de uma garota. Com sensibilidade e um toque de ousadia, Gaiman consegue traduzir, em sua “prece para uma menina iluminada”, aquilo que pais e mães, avós, familiares e amigos desejam quando a mágica do nascimento de uma menina acontece, mas não sabem muito bem como expressar. Nela, Gaiman pede às “damas da luz e damas das trevas e damas do tanto faz” que sejam gentis e concedam à menininha os mais variados dons.

Evocando seres etéreos, que carregam em si beleza e mistério, luz e sombra, para proteger, guiar e encorajar a menina que está no ventre da amiga, Gaiman mostra o lado ao mesmo tempo mágico, belo e por vezes assustador da existência nesta inspiradora prece para uma menina corajosa, aventureira, sortuda, verdadeira e… iluminada.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Cabelo Doido, de Dave McKean e Neil Gaiman

Cabelo Doido

Ano: 2009
Nota: 4.0
Sinopse: “A menina Bonnie encontra com um sujeito de uma cabeleira impressionante que desperta a curiosidade dela pelo que pode estar escondido no surreal “mundo” de fios de cabelo, que tem até música! Tudo num emaranhado de cabelo, com caminhos desviantes, voltas embaraçadas, baús de tesouro e navios piratas.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Instruções: tudo que você precisa saber durante sua jornada

Instruções: Tudo Que Você Precisa Saber Durante Sua Jornada

Ano: 2010
Nota: 4.5
Sinopse: “Já imaginou, de repente, estar dentro de um conto de fadas? O que fazer? Qual a melhor forma de agir? Instruções ensina o passo a passo para se sair bem desta aventura. Tudo que alguém precisa saber para completar a jornada sem se deixar abater pelos perigos e tentações inerentes a um conto de fadas.

Não é tarefa fácil, mas tudo vai dar certo se todas as instruções forem seguidas. ;)”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro O Dia de Chu

O Dia de Chu

Ano: 2013
Nota: 3.9
Sinopse: “Chu é um filhote de panda fofinho como todo filhote de panda. O que há de diferente com ele – além de sua camiseta verde e de seus charmosos óculos amarelos estilo aviador – é que Chu é um pouco alérgico. E quando ele espirra, coisas ruins podem acontecer.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Felizmente, o Leite

Felizmente, O Leite

Ano: 2013
Nota: 4.2
Sinopse: “Com a mãe fora de casa, os irmãos estão sob os cuidados do pai. Para evitar sustos, ela deixou tudo anotado e a comida etiquetada. Entretanto, logo na primeira noite, eles queimam o jantar e vão a um restaurante indiano. Na manhã seguinte, o leite acaba. E como todos sabem, não se pode comer cereal matinal sem leite (nem tomar o chá do papai). Então, o pai sai para comprar mais e o que encontra pelo caminho é muito mais do que um simples acompanhamento para o lanche da manhã. A preocupação crescente dos irmãos com a demora vira incredulidade quando o pai conta a mirabolante aventura por que passou até chegar em casa (com o leite, felizmente).”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro João & Maria, de Lorenzo Mattotti e Neil Gaiman

João e Maria

Ano: 2014
Nota: 3.7
Sinopse: “Familiar como um sonho e perturbador como um pesadelo, o conto narra a saga de dois irmãos que, em tempos de crise e falta de esperança, são abandonados pelos próprios pais e precisam enfrentar com coragem os perigos de uma floresta sombria.

Em um texto poético, Gaiman revive a tradição dos contos de fada, dando profundidade à aventura dos irmãos, mas sem abandonar a autenticidade e o talento único de mesclar realismo e fantasia. Mattotti, por sua vez, dá um ar inteiramente novo ao clássico. Seus traços criam um jogo de luz e sombra, permitindo que o leitor desvende aos poucos a imagem, assim como os segredos da história de João e Maria.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro A Bela e a Adormecida

A Bela e a Adormecida

Ano: 2014
Nota: 4.1
Sinopse: “No livro, uma jovem rainha é informada, na véspera de seu casamento, sobre uma estranha praga que assola as fronteiras do seu reino. Um sono mágico se espalhava pelo território vizinho e ameaçava os seus domínios. Na companhia de três anões, ela abandona o fino vestido da festa, pega sua espada e armadura e parte pelos túneis dos anões para o reino adormecido. Uma viagem repleta de ação e suspense, até uma estonteante descoberta.

Em A Bela e a Adormecida, a história de Branca de Neve se entrelaça com a da Bela Adormecida em uma incrível releitura contemporânea das duas mais conhecidas princesas, acompanhado das ilustrações de Chris Riddell.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro O Primeiro Dia de Chu na Escola

O Primeiro Dia de Chu na Escola

Ano: 2014
Nota: 3.9
Sinopse: “Chu está prestes a ir para a escola. E como toda criança, ele está um pouco nervoso. O que ele vai fazer lá? Será que seus colegas vão gostar dele? Em seu primeiro dia de aula, Chu deveria se apresentar à professora e aos novos amigos e dizer o que mais gosta de fazer. Mas de repente, uma poeirinha de giz entra em seu nariz. E antes mesmo que ele possa começar a falar, ele solta um espirro daqueles. Como será que Chu se sairá em seu primeiro dia na escola?”

+ Adicione no Skoob

Contos

Gaiman mostra que seu talento como contador de histórias funciona perfeitamente no reino das narrativas curtas. Ele escreve com desenvoltura sobre os mais diversos universos – sejam criados por outros autores quanto os seus próprios.

Capa do conto Fumaça e Espelhos

Fumaça e espelhos

Ano: 1998
Nota: 4.2
Sinopse: “Uma coletânea de textos que Neil Gaiman escreveu nas décadas de 80 e 90. Um elemento une todos os textos: seu vínculo com a tradição. Dos 31 contos (e poesias) que compõem Fumaça e espelhos, são poucos os que não surpreendem de cara pelas idéias. E os que não chamam atenção nas primeiras linhas geram várias surpresas posteriores, pois você nunca sabe se aquele jovem pacato é um lobisomem ou se o heróico narrador do conto é o assassino. Ou mesmo o assassinado.”

+ Adicione no Skoob

Capa do conto Coisas Frágeis

Coisas Frágeis

Ano: 2006
Nota: 4.0
Sinopse: “Os nove contos de Coisas Frágeis abordam os mais diversos temas, misturando puberdade, punk rock, ficção científica em “Como Conversar com Garotas nas Festas”; combinando o Sherlock Holmes de sir Arthur Conan Doyle com o terror de H. P. Lovecraft em “Um Estudo em Esmeralda”; extrapolando o mundo de Matrix em “Golias”, inspirado no roteiro original do primeiro filme; ou mesmo presenteando a filha mais velha com um conto fantástico sobre um clube de epicuristas em “O Pássaro-do-Sol”. Além de contar com o conto “O Monarca do Vale”, que tem como protagonista o personagem Shadow, de Deuses Americanos.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Como Falar com Garotas em Festas

Como Falar Com as Garotas Nas Festas

Ano: 2006
Nota: 3.5
Sinopse: “Dois garotos lotados de hormônios, uma festa e mulheres com uma beleza de outro mundo. Indicado ao Hugo Awards de melhor conto em 2007, Como falar com as garotas nas festas é exatamente o que todo leitor espera de Neil Gaiman: inusitado e surpreendente.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Alerta de Risco, de Neil Gaiman

Alerta de Risco

Ano: 2015
Nota: 4.1
Sinopse: “Uma rica coletânea de histórias de terror e de fantasmas, ficção científica e conto de fadas, fábula e poesia que exploram o poder da imaginação.

Em “História de aventura”, Gaiman pondera sobre a morte e sobre como, ao morrer, as pessoas levam consigo suas histórias. No suspense “Caso de morte e mel”, ele nos presenteia com sua versão do mundo de Sherlock Holmes. Em “A Bela e a Adormecida”, duas conhecidas personagens de contos de fadas têm suas histórias entrelaçadas em uma releitura bastante original. “Hora nenhuma” é um conto muito especial sobre Doctor Who, escrita para o quinquagésimo aniversário da série de tevê, em 2013. E há também um conto escrito exclusivamente para esta coletânea: “Cão negro”, que revisita o mundo de Deuses americanos ao narrar um episódio que envolve Shadow Moon em um bar durante seu retorno aos Estados Unidos.”

+ Adicione no Skoob

Capa do conto A Verdade é uma Caverna nas Montanhas Negras

A Verdade é uma Caverna Nas Montanhas Negras

Ano: 2015
Nota: 4.2
Sinopse: “Publicada incialmente em uma coletânea de contos do autor, A verdade é uma caverna nas Montanhas Negras é uma história fascinante sobre família, a busca por um tesouro e a descoberta de um novo mundo.

Em uma colaboração inédita, os personagens e as paisagens de Gaiman ganham forma com um traçado sombrio e impreciso do artista Eddie Campbell, e o resultado é uma obra que passeia entre o livro ilustrado e o graphic novel, desafiando os limites entre texto e imagem em uma explosão de cor e sombra, memória e arrependimento, vingança e, principalmente, amor.”

+ Adicione no Skoob

Quadrinhos de Neil Gaiman

Capa do quadrinho Orquídea Negra

Orquídea Negra

Ano: 1988 – 1989
Nota: 4.1
Sinopse: “Uma super-heroína leva um tiro na cabeça em uma sala de reuniões de uma corporação anônima. O corpo dela é consumido pelas chamas e seu assassino vai embora em liberdade. Assim começa Orquídea Negra, uma das histórias em quadrinhos mais marcantes e de maior influência.”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho Violent Cases

Violent Cases

Ano: 1987
Nota: 4.0
Sinopse: “A verdade e a confiabilidade das memórias são o fio condutor de Violent Cases, a primeira e famosa colaboração do escritor Neil Gaiman com o artista Dave McKean. A graphic novel mistura ficção e realidade de forma tão singular quanto combina texto e imagem, e traz em seu cerne o poder e a magia de contar histórias.

O protagonista nos conta que, quando tinha quatro anos e meio, uma altercação com o pai levou-o a um osteopata para tratar o braço. Este médico dos ossos, de procedência incerta, aparência imprecisa e passado nebuloso, é o pivô das memórias do narrador que, mesmo sem muita segurança, entrelaça os mundos de violência na família, das festas infantis e dos famosos gângsters do período da Lei Seca.”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho Sinal e Ruído

Sinal e Ruído

Ano: 1989
Nota: 4.0
Sinopse: “A ousadia da dupla Neil Gaiman e Dave McKean chega talvez a seu ponto máximo. Tanto no aspecto gráfico como no roteiro que descreve os últimos dias de um cineasta e, ao mesmo tempo, os últimos dias do ano 999 d.C.

Sinal e Ruído foi publicado originalmente em 1989, na badalada revista inglesa The Face, quase que como a consagração dos quadrinhos como arte. Um livro que irá surpreender mesmo os mais apaixonados fãs de Neil Gaiman.”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho Sandman

Sandman

Ano: 1989 – 1996
Nota: 4.8
Sinopse: “A série conta a história de Morfeus, um dos perpétuos, criaturas análogas aos deuses, mas ainda maiores, responsável pelo Mundo dos Sonhos. Basicamente ele controla e tem acesso a todos os sonhos da humanidade e de todas as criaturas capazes de sonhar, sendo o senhor do Mundo dos Sonhos, a terra aonde vamos em nossas horas de sono. Quando uma ordem mística tentou capturar a irmã de Sandman, a Morte, em seu lugar eles capturaram Morfeus. Assustados com o que conseguiram, os membros da ordem o mantiveram cativo. E assim teve início um período de diversas décadas em que esse perpétuo ficou trancafiado à mercê de seus captores, deixando o Mundo dos Sonhos abandonado e os sonhadores desamparados. A série nos revela como ele se libertou e como foi capaz de se adaptar no mundo após tantos anos de ausência, e também nos mostra um vislumbre de sua história e da mitologia dos perpétuos.”

+ Adicione no Skoob

A Coleção

  • Sandman – série original (1988 até 1996)
  • Morte (1993 até 1996)
  • Sandman: Noites Sem Fim (2003)
  • Sandman – Prelúdio
  • Os Caçadores de Sonhos – livro ilustrado
  • Os Caçadores de Sonhos – quadrinho (1999)

O site O Vício explica melhor toda a série e como começar a lê-la. Dê uma olhadinha aqui.

Capa do quadrinho Os Livros da Magia

Os Livros da Magia

Ano: 1990 – 1991
Nota: 4.3
Sinopse: “Timothy Hunter é um típico garoto de treze anos de idade que passa suas tardes assistindo à tevê e andando de skate. Mas ele é diferente de praticamente todos os outros adolescentes do planeta e está prestes a descobrir o porquê. Resumindo em uma palavra: magia. Tim não acredita nela, mas a magia certamente acredita nele – pelo menos o suficiente para que alguns praticantes já estejam planejando sua morte. Mas, pra sorte do garoto, ele também tem aliados nos planos sobrenaturais. Quatro dos maiores e mais misteriosos magos juraram protegê-lo e instruí-lo, e cada um deles está preparando uma jornada para demonstrar os perigos e as recompensas da magia. E, acima de tudo, lhe mostrarão o preço.”

+ Adicione no Skoob

A Cruzada das Crianças

Cruzada das Crianças

Ano: 1993 – 1994
Nota: 3.4
Sinopse: “Todos os filhos da aldeia, bem como todas as outras crianças que já desapareceram foram levados para um lugar chamado “País livre”, que é um lugar onde as crianças nunca envelhecem e estão livres do abuso e da tirania dos adultos. O lugar é dirigido por um conselho de várias crianças que existiram há centenas de anos. O conselho está tentando trazer todas as crianças no mundo, mas, infelizmente, o País Livre está tendo dificuldade em apoiá-los todos. Para ajudar a reforçar o poder do País Livre, eles trazem mais de cinco filhos poderosamente infantis.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Mr. Punch

A Comédia Trágica ou a Tragédia Cômica de Mr. Punch

Ano: 1994
Nota: 3.7
Sinopse: “Em Portsmouth, cinzenta cidade do litoral da Inglaterra, um garoto passa uma temporada inesquecível na casa dos avós. Um período de amadurecimento e descobertas, reveladas por personagens insólitos: seu tio-avô Morton, marcado desde a infância por uma deficiência física; uma misteriosa mulher, que ganha a vida interpretando uma sereia, e Swatchell, um artista com um passado obscuro.

À medida que as histórias desses personagens se entrelaçam e se desdobram, o garoto é forçado a confrontar segredos de família, estranhos fantoches e um pesadelo de violência e traição, em uma sombria fábula sobre o fim da infância – e da inocência – e a passagem para a vida adulta.”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho Criaturas da Noites

Criaturas da Noite

Ano: 2004
Nota: 4.0
Sinopse: “Este livro de Neil Gaiman, autor consagrado no universo dos quadrinhos, prima pelo ar de mistério e pelo flerte com o sobrenatural. Ele é dividido em duas histórias: em “O Preço”, o cotidiano de um escritor é alterado por inexplicáveis acontecimentos; já em “A Filha das Corujas”, a vida de uma jovem abandonada quando criança ganha toques de fábula sombria.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro 1602

Marvel 1602

Ano: 2005
Nota: 4.0
Sinopse: “A história acontece no ano 1602 no Universo Marvel, na qual os super-heróis apareceram quatrocentos anos antes. Os principais personagens devem resolver o mistério por trás de sua própria existência, enquanto lidam com intrigas na corte da rainha Elizabeth. Todos os principais personagens da Casa das Idéias aparecem na série. Nick Fury é o responsável pela inteligência britânica, Doutor Estranho é o médico da rainha, Peter Parker (Homem-aranha) é o pajem de Fury, o Demolidor é um menestrel cego, que entoa canções sobre o Quarteto Fantástico, um grupo de navegadores que adquiriu poderes especiais.”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho Eternos

Eternos

Ano: 2007
Nota: 3.9
Sinopse: “Criados pelos seres conhecidos como Celestiais, os Eternos são imortais, dotados de poderes incalculáveis. Eles existem há milhares de anos. Já observaram civilizações surgirem e desaparecerem. Como é possível ninguém se recorda deles? Para um homem em particular, contudo – o estudante de medicina Mark Curry -, a resposta dessa pergunta mudará seu mundo de formas que ele jamais poderia imaginar.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Mistérios Divinos

Mistérios Divinos

Ano: 2007
Nota: 4.2
Sinopse: “Pela aparência do homem solitário sentado no banco do parque, ninguém jamais imaginaria suas origens – um antigo anjo, descido dos céus eras atrás. Ele apareceu na Terra para contar uma história que deve ser ouvida – uma história dos primórdios do tempo, quando o mundo ainda era um traçado aos olhos de Deus, e o pecado ainda não era conhecido, e do primeiro e mais execrável crime no recém-desabrochado universo do Criador. Um assassinato no Paraíso.”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho A Paixão do Arlequim

A Paixão de Arlequim

Ano: 2002
Nota: 3.9
Sinopse: ”Uma obra de fantasia em que Neil Gaiman, com seus textos envolventes, e John Bolton, com suas ilustrações realistas, trazem, aos dias de hoje, o gênero da Commedia Dell’Arte italiana, sobre o amor de um Arlequim. Este, literalmente, prega seu coração na porta de Missy, a escolhida para ser sua Colombina. O romance traz também as figuras da Arlequinada caracterizadas em personagens que surgem ao longo da narração – a Colombina, o Doutor e o Pantaleão. E, para os não familiarizados com a tradição da Commedia Dell’Arte, há três páginas-guia com explicações sobre a Pantomima que contextualizam qualquer leitor.”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho Batman - Origens Secretas

Origens Secretas

Ano: 2017
Nota: 3.6
Sinopse: “As Sementes Do Mal. Desde que o Batman surgiu nas ruas de Gotham City como um espectro impiedoso da justiça, o mal na cidade se transformou em algo muito, muito diferente. Onde antes havia famílias mafiosas e ladrões pés de chinelo, traficantes de droga e estelionatários, começou a nascer uma nova qualidade de vilania… uma tão implacável e assustadora quanto o próprio Cavaleiro das Trevas! Coringa, Pinguim, Duas-Caras, Hera Venenosa… Os nomes você já conhece, mas aqui vai poder se aprofundar na psique imprevisível e no passado misterioso dessas figuras que tornam a cidade do Homem-Morcego única… e letal!”

+ Adicione no Skoob

Capa do quadrinho Batman - O que aconteceu ao Cavaleiro das Trevas

Batman: O Que Aconteceu Ao Cavaleiro Das Trevas?

Ano: 2013
Nota: 3.6
Sinopse: “Ele é o protetor de Gotham City, o espírito vingador da cidade, seu Cavaleiro das Trevas. Por anos, ele travou sua guerra de um homem só para manter as ruas seguras, mas, esta noite, a guerra causou sua última e maior baixa… O próprio Batman.

O Cruzado Encapuzado agora descansa em um caixão no Beco do Crime, o lugar onde nasceu. Seus amigos mais próximos e seus inimigos mais mortais se reúnem para prestar uma última homenagem. Cada um deles conta uma história diferente sobre o Homem-Morcego que conheceram: como ele viveu… e como ele morreu. Como uma sombra na noite, um misterioso personagem observa essa cerimônia macabra. Antes que a noite acabe, antes que o pano caia para o Batman para sempre, ele deve responder a questão: O QUE ACONTECEU AO CAVALEIROS DAS TREVAS? ”

+ Adicione no Skoob

Livros de Não-ficção

Capa do livro biográfico Não Entre em Pânico

Não Entre em Pânico: Douglas Adams & o Guia do Mochileiro das Galáxias

Ano: 1988
Nota: 4.2
Sinopse: “Não entre em pânico celebra a vida de um homo sapiens chamado Douglas Adams que, um belo dia num campo em Innsbruck, em 1971, teve uma ideia. Este livro é também a história do que essa ideia se tornou: O guia do mochileiro das galáxias – a série de rádio original que deu início a tudo, bem como sobre a “trilogia” de cinco livros, a série de TV, o quase-filme, o jogo de computador, toalhas e o website que vieram depois.

O aclamado autor Neil Gaiman também conta toda a história de Liff, o Universo de Dirk Gently, e tudo o mais em que Douglas trabalhou, incluindo sua coleção póstuma, O Salmão da Dúvida.”

+ Adicione no Skoob

Capa do livro Faça Boa Arte, de Neil Gaiman

Faça Boa Arte

Ano: 2013
Nota: 4.4
Sinopse: “Façam boa arte. Esse foi um pedido sincero de Neil Gaiman quando discursou para a turma de 2012 da University of the Arts na Filadélfia. Um discurso autêntico e repleto de significado – durante os 19 minutos em que falou, dois dos mais emblemáticos conselhos de Gaiman foram “criem suas próprias regras” e “cometam erros”. Os conceitos libertadores defendidos para os alunos deram origem ao livro.

Gaiman teve a colaboração crucial do renomado designer gráfico Chip Kidd. A dupla abusa dos recursos gráficos e da metalinguagem para expressar o poder da criatividade. Gaiman alega que em qualquer área artística e de criação mesmo os erros que cometemos têm um grande potencial: com sensibilidade e muito trabalho, podem se transformar em brilhantes insights.”

+ Adicione no Skoob

Assista ao discurso: https://www.youtube.com/watch?v=9fBxnxA_GDA

Livros Não Traduzidos

O autor também conta com 6 obras ainda não traduzidas para o português:

  • Duran Duran: The First Four Years of the Fab Five (1984)
  • Ghastly Beyond Belief (1985)
  • Angels and Visitations: A Miscellany (1993)
  • Melinda (2004)
  • M is for Magic (2007)
  • Who Killed Amanda Palmer: A Collection of Photographic Evidence (2009)

Eu já adicionei uns 20 livros dele na minha lista, até mesmo os infantis (que de infantil não tem nada hahaha). E você, quais ficou com vontade de ler?