Frank Herbert, nascido em 1920, foi um escritor que lançou diversos livros, muito além de Crônicas de Duna. No total ele publicou 23 livros de ficção, sendo que apenas 7 foram lançados aqui no Brasil.

Além do sucesso de sua obra principal, ele era jornalista, fotógrafo, conferencista e consultor ecológico, o que explica o detalhamento do seus universos.

Confira a lista de livros disponíveis em português de Frank Herbert.

1. Mente verde

Capa do livro Mente Verde

Páginas: 311
Compre na Amazon

Sinopse: “Mente Verde é uma reflexão fascinante sobre o frágil equilíbrio entre a consciência humana e uma natureza inteligente.

A história acontece no Brasil ao final do século XXI, posterior a um holocausto ecológico planetário, em um mundo superpovoado que luta em busca de saídas para alimentar bilhões de pessoas.

Radical, a solução chinesa foi transformar florestas inteiras em áreas de plantio, através da OEI (Organização Ecológica Internacional) que tinha a missão de exterminar todos os insetos do mundo, substituindo-os por espécies artificialmente desenvolvidas.

Numa América do Sul arrasada e com suas fronteiras em ruínas, este trabalho dependia dos Bandeirantes, homens como João Martinho e outros bandos mercenários que se prestavam a limpar o inferno verde do interior do Brasil. Mas de forma inesperada, algumas áreas que haviam sido completamente limpas, agora estavam sendo retomadas pelos insetos, apesar das barreiras impenetráveis.

Não demorou para que surgissem histórias fantásticas sobre insetos mutantes, gigantes, selvagens, inteligentes, dispostos a matar para recuperar o meio ambiente.”

2. Duna

Capa do livro Duna

Páginas: 680
Compre na Amazon

Duna é um dos melhores livros de ficção-científica. Isso por ele mistura misticismo, ecologia, política e aventura de uma forma que todas as pontas se conectam até o fim da leitura.

Mesmo cheio de detalhes específicos do seu próprio universo, a narrativa não é nada cansativa, contata principalmente em diálogos, e a trama de desenrola de forma cada vez mais natural.

Mesmo que você já tenha visto o filme de 2021, a gente conta mais sobre porque ler esse clássico na resenha de Duna.

3. Messias de Duna

Capa do livro Messias de Duna

Páginas: 330
Compre na Amazon

Sinopse: “O livro revela mais profundamente o lado humano de Paul e de sua irmã, Alia Atreides. Embora vistos como seres dotados de capacidades sobrenaturais, ambos carregam dentro de si dúvidas e incertezas, medos e paixões. E apoiados nestas emoções, eles enfrentarão o propósito terrível de um audacioso grupo de conspiradores.

Na trama, doze anos se passaram desde a ascensão de Paul Atreis – ou Muad’Dib- ao trono. Arrakis tornou-se o centro do Imperium, a partir de onde os fremen se propagam a fim de levar sua filosofia e sua forma de governar aos planetas por eles conquistados. Os inevitáveis conflitos gerados por essa expansão fazem com que importantes facções contrárias ao imperador reúnam forças para detê-lo.”

4. Filhos de Duna

Capa do livro Filhos de Duna

Páginas: 528
Compre na Amazon

Sinopse: “O Imperium vive um interregno após Paul Atreides abdicar de seu título de imperador e entregar-se ao deserto. Sua irmã, Alia, ascende ao poder como regente enquanto os filhos de Muad’Dib não são capazes de assumir o Trono do Leão. Herdeiros não só do poder político e econômico de seu pai, os gêmeos também carregam em suas veias toda a carga genética manipulada por séculos pela Irmandade Bene Gesserit.

Mas a hegemonia dos Atreides está ameaçada. De seu exílio em Salusa Secundus, os membros da despojada Casa Corrino tramam uma complexa teia para retomar as rédeas do Imperium e se vingar de todos os envolvidos em sua queda. Filhos de Duna fecha com brilhantismo o arco de história iniciado com Paul Atreides no épico Duna e em sua sequência, Messias de Duna, retomando os temas políticos e existenciais com a mesma maestria dos livros que o precederam.”

5. Imperador Deus de Duna

Capa do livro Imperador Deus de Duna

Páginas: 528
Compre na Amazon

Sinopse: “Milênios se passaram em Arrakis desde os eventos narrados em Duna, e o planeta, que antes era desértico, agora está verdejante e vigoroso. O Imperador Deus de Duna, que garantiu uma paz forçada em todos os planetas, consegue entender o futuro, e sabe, com uma terrível certeza, que sua raça será extinta a menos que ele crie novas qualidades para a espécie.

As regras do Imperador não são benevolentes. Sua transformação não deixou apenas sua aparência desumana, mas também seu senso de moral. Nasce então uma rebelião para se opor ao déspota, liderada por Siona, da família Atreides. Mas Siona não sabe que a visão do Imperador para o Caminho Dourado exige que ela aceite um destino que nunca quis ou que algum dia poderia conceber. Narrado sob uma ótica particular, Imperador Deus de Duna inicia um novo arco de história na saga. Neste quarto volume, Frank Herbert apresenta um de seus personagens mais marcantes e discute temas como política, religião, amor e os rumos tomados pela sociedade.”

6. Hereges de Duna

Capa do livro Hereges de Duna

Páginas: 568
Compre na Amazon

Sinopse: “Mais de mil anos após a liderança do Imperador Deus Leto II, o planeta Rakis está em ruínas. Do deserto ao verde fértil e de volta à aridez, o mundo completou um ciclo e foi abandonado por milhões de habitantes, que por milênios tiveram suas ambições destruídas. Agora, o povo da Dispersão está retornando dos lugares mais distantes do universo, dividido em facções que buscam poder sobre o que restou do Império.

Em meio a essas mudanças, as Bene Gesserit encontram uma garota chamada Sheeana, que possui as habilidades dos Fremen. Essa garota, que causa furor religioso e pode realizar uma antiga profecia, tem o potencial de ser uma peça-chave para o destino da humanidade.”

7. Herdeiras de Duna

Capa do livro Herdeiras de Duna

Páginas: 528
Compre na Amazon

Sinopse: “Após a ação arrasadora de um misterioso culto matriarcal, a ordem Bene Gesserit se vê quase dizimada, o que representa uma terrível ameaça aos valores do Antigo Império. A fim de se defender, a Irmandade recua para o planeta de Casa Capitular, seu reduto mais oculto, levando consigo os segredos dos vermes da areia e da produção de mélange. E é a partir desse mundo misterioso que elas organizam sua resistência, suas ações e a restauração de seus planos, iniciados nos longínquos tempos de Duna.

Último livro escrito por Frank Herbert, As Herdeiras de Duna fecha maravilhosamente a série original. Seu enredo empolgante, aliado ao rico universo histórico, filosófico e religioso da saga, confirma ainda mais a Série Duna como uma das jornadas mais extraordinárias da ficção científica mundial.”

Herdeiras de Duna foi o último livro que o escritor finalizou antes de falecer por complicações de um câncer.

O autor escreveu ao todo 6 livros de Duna, e seu filho continua a escrever histórias sobre esse universo até hoje. Você pode conhecer mais detalhes na ordem de leitura de Duna.

Livros de ficção não traduzidos

Livros de ficção não traduzidos de Frank Herbert
  • A Game of Authors
  • A Thorn in the Bush
  • Angels’s Fall
  • Destination: Void
  • Direct Descent
  • Hellstrom’s Hive
  • High-opp
  • Soul Catcher
  • The Ascension Factor
  • The Dosadi Experiment and the Eyes of Heisenberg
  • The Dragon in the sea
  • The Godmakers
  • The Heaven Makers
  • The Jesus Incident
  • The Lazarus Effect
  • The Pandora Sequence
  • The Santaroga Barrier
  • The White Plague
  • Whipping Star

Quem foi Frank Herbert?

Foto de Frank Herbert

Frank Herbert foi um escritor e jornalista americano. Nascido em 1920, ele trabalhou em jornais desde os 19 anos de idade, mas também serviu como fotógrafo na marinha durante algum tempo. 

Ele se casou com Flora Parkinson em 41, tendo uma filha, e depois com Beverly Ann Stuart em 46, tendo os filhos Brian Herbert e Bruce Calvin Herbert. 

Em um entrevista em 1973, o escritor diz que começou a ler ficção científica “uns dez anos antes” de começar a escrever no mesmo gênero. Sua carreira de escritor começou mesmo quando ele publicou The Dragon in the Sea, em 55, o qual falava sobre conflitos mundiais sobre a produção e o consumo de petróleo. 

Eu nunca tive problemas em escrever apenas um parágrafo. Eu já ouvi falar disso. Eu me sentia relutante em escrever em alguns dias, por semanas inteiras, e às vezes até por mais tempo.”

Frank Herbert

Com 65 anos, ele faleceu por causa de um câncer do pâncreas, em 1986.

Deixe um comentário